Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O blog da Kat

Portugal está a arder

 

Estive até hoje no centro do país.

 

Tivemos uma semana de calor imenso, que culminou numa tarde de Sábado de trovoada. O desfecho, no entanto, era imprevisível.

 

Do sítio onde me encontrava, era visível o fumo do incêndio de Pedrógão Grande.

 

Da janela, via-se o clarão de dois outros incêndios mais próximos.

 

À hora a que me preparava para ir dormir, tomei conhecimento das trágicas notícias que chegavam de Pedrógão.

 

Já vos tinha referido aqui que infelizmente o flagelo dos incêndios é algo com que já tive que lidar algumas vezes.

 

Tive vizinhos que perderam a vida em incêndios florestais, e familiares que tentaram fugir de um incêndio, e não conseguiram, por serem barrados pelas chamas.

 

Mas uma tragédia desta dimensão, é algo inenarrável.

 

No domingo o incêndio de Pedrógão propagou-se ao distrito de Castelo Branco.

 

O ambiente ficou inundado de um fumo cinzento e compacto.

 

E hoje fui acordada às 4 da manhã com um "vamos embora".

 

E vim.

 

Na estrada tínhamos um fumo denso que não permitia a visibilidade além de alguns metros.

 

O cheiro intenso a queimado entranhava-se.

 

A cinza que vinha pelo ar, e que ainda teima em permanecer em cima do carro.

 

E neste momento tenho familiares no local, incêndios perto, e condições meteorológicas instáveis.

 

Novamente cá estou, de coração nas mãos, à espera que este pesadelo acabe.

 

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D